Data Center


Controle de Acesso

Identificação e controle de risco humano

O elemento humano é uma das principais ameaças a um data center. Apesar dos procedimentos e técnicas digitais para a defesa dos dados e investimentos, o acesso a pessoas não autorizadas ainda é umas das causas reincidente de falha de segurança.

Para proteger equipamentos e informações de prejuízos intencionais ou acidentais a identificação por reconhecimento biométrico junto com outros meios de verificação como smartcards e CFTV garantem um nível de proteção adequado a ambientes de alta segurança como data centers.


Cabeamento Estruturado

Ordenação de malhas de alta densidade

O cabeamento estruturado é um elemento dos data centers que exige redobrada atenção. Ele pode influenciar em diversos fatores como temperatura e umidade, organização interna e externa dos racks, espaço de manobra e operação e adequação ao projeto e dimensionamento.

Com a alta concentração de ativos nestes ambientes é necessário um projeto que sustente os requisitos de dados e energia para garantir o bom funcionamento dos equipamentos de missão crítica e pleno atendimento as necessidades atuais e futuras. Além de atender as normas nacionais e internacionais de cabeamento para este tipo de ambiente.


Quadros Elétricos

Redundância e administração local de energia

A distribuição das cargas para os equipamentos de tecnologia e de suporte para ambientes de tecnologia precisam de rotas de fornecimento em linhas independentes, que evitam pontos de vulnerabilidade em caso de falha ou troca de circuito de alimentação. Para que garantam seguridade os disjuntores devem ser extraíveis (plug in circuit breakers) para a rápida operação de troca de circuitos.

Além disso a possibilidade de monitoramento de variáveis elétricas como potência, corrente, tensão, desligamento de disjuntores é um ponto crucial para um eficiente tempo de resposta a qualquer anormalidade.

PDUs

Gerenciamento e equilíbrio de carga

Para um controle avançado das demandas de energia dos datacenters a utilização de PDUs - Unidade de Distribuição de Energia é recomendável. Sendo um dispositivo inteligente para monitoramento da corrente de entrada local, permite aos administradores configurarem e monitorarem as cargas que os dispositivos conectados estão utilizando dos circuitos, além da proteção de potenciais riscos de ruídos elétricos.

Os PDUs oferecem flexibilidade da gestão energética dos ativos do datacenter. O desligamento e acionamento de tomadas remotamente auxilia na gestão operacional e no caso de falhas de energia.


Climatização

Estabilidade térmica para ambientes de missão crítica

Diferente da climatização de conforto, que é destinada a regularizar condições climáticas do ambiente de trabalho, a climatização de precisão deve oferecer alto controle de temperatura e umidade do ambiente crítico, corrigindo, de forma precisa, mudanças nos parâmetros de temperatura e umidade que ocorrerem no data center.

Os projetos de climatização devem considerar a performance e economia de refrigeração a ar e água para as demandas do data center. Os métodos de insuflamento devem considerar a climatização do ambiente e de pontos de grande emissão de calor em racks de alta densidade.


Detecção, Alarme e Combate a Incêndio

Prevenção e supressão de sinistros

Os incidentes em datacenters têm um dano muito maior que em outros ambientes de tecnologia. Com alto valor patrimonial e estratégico, a perda ou inacessibilidade dos dados pode gerar prejuízos irremediáveis que oferecem alto risco a sobrevivência das empresas. Por isso a segurança ambiental nestes locais deve ser independente para rápida resposta aos eventos de risco.

Sensores de precisão monitoram a temperatura do ambiente e avisam caso haja ocorrência de algum sinistro. Os alarmes são acionados conforme o nível de risco do evento.

Gases de combate a incêndio específicos, que não oferecem perigo a pessoas e equipamentos permitem o rápido acesso a área da ocorrência para a restauração dos sistemas.

O data center é feito para obter seguridade nos processos das empresas. É um sistema orgânico e complexo cuja interdependência entre sistemas é ponto crucial. A regência dos subsistemas é facilitada através da automação de processos operacionais e monitoramento de variáveis.

A Teleinfo possui o know how para realizar projetos de ambientes críticos que não só atendam as recomendações existentes mas considere as prerrogativas específicas de cada cliente e situação encontrada.