Teleinfo Soluções

TI mudando a área de saúde

O Setor Hospitalar

“O hospital é a mais complexa organização humana já concebida e também, nos últimos trinta ou quarenta anos, um dos tipos de organização de mais rápido crescimento nos países desenvolvidos”
Peter Drucker (2002)

O avanço da tecnologia da informação no setor hospitalar, consolidou elementos indispensáveis à melhoria da qualidade do tratamento médico. Plataformas que permitam a troca de dados, convergência, integração de diversos dispositivos e preparadas para expansões e atualizações, tem sido o grande desafio que as instituições de saúde tem de lidar atualmente.



Conheça algumas tendências de TI que estão mudando a área de saúde:


Registro Eletrônico de Pacientes

O sistema de registro médico computadorizado é um dos temas mais discutidos na área de informática médica. Os resultados da aplicação de prontuários digitais auxiliam na melhoria da qualidade do tratamento de saúde, redução de custos e avanço do conhecimento.

Requisitos de armazenamento

O hospital precisa armazenar informações. Um data center pode trabalhar com sistemas de storage capazes de armazenar informação com requisitos de segurança e confidencialidade. A projeção é manter um crescimento de até 40% no armazenamento de imagens médicas nos próximos cinco anos.

Colaboração remota

Como agora as informações médicas são digitais, a alta definição é muito importante para a colaboração. Além disso, para ter colaboração ao vivo, a largura de banda é fundamental. Há conceitos como os de Telemedicina, Telehealth e mHealth (mobile Health) que favorecem a interação.

Convergência (consolidação IP)

Cada vez mais dispositivos estão sendo integrados à rede de dados. É importante que a rede, agora implementando múltiplos serviços, tenha uma infraestrutura robusta que permita migrar e receber novas aplicações sem risco de obsolescência. Por isso, num projeto na área de saúde, o layout é crítico.

Serviços sem fio

A tecnologia sem fio tem permitido maior mobilidade dos doentes e do corpo clínico. Atualmente dezenas de dispositivos médicos usam conectividade sem fio para manter a comunicação com sistemas de monitoramento e informação.



Redes de Comunicações das Instituições de Saúde


Os requisitos de cabeamento nas instalações sanitárias podem ser muito mais complexos do que em um edifício comercial. A norma TIA-569, adequada ao ambiente corporativo não atende todas as necessidades de uma infraestrutura hospitalar. A norma TIA-1179 foi criada para tratar os requisitos únicos das instalações sanitárias. Ela prescreve as melhores práticas em topologia da rede, as distâncias dos lançamentos dos cabos, o tamanho, temperatura e segurança da sala de telecomunicações, e ainda leva em conta o RFID, o sistema de automação prédial e sistema de segurança física.

A certificação do cabeamento é obrigatória para a garantia de regularidade com as normas técnicas nacionais e internacionais de instalação. A certificação completa, deve ser instalada por um integrador credenciado pelo fabricante. Especialistas apostam que a TIA-1179 será incorporada aos processos de certificação internacional.

De acordo com pesquisas realizadas nos últimos anos os problemas de gerenciamento da camada física contabilizam mais de 50% dos problemas de rede e o Sistema de Cabeamento Estruturado consiste apenas de 2 a 5% do investimento na rede.



Pontos Importantes na execução do projetos em instituições de saúde.

A Teleinfo oferece seu expertise e know how para que a tecnologia potencialize processos e negócios das empresas. Clique em Soluções e saiba como uma infraestrutura inteligente pode alavancar resultados.